Equipe

Coletivo independente que elegeu como missão realizar parcerias e trabalhos coletivos na área do cinema que, por essência, se exerce de forma colaborativa.

Tem como foco a qualidade estética, técnica e de conteúdo em suas obras.
Os Trabalhos da equipe São realizados por BrunoSangregório, Luana Stteger e Rubens Curi.

Bruno Sangregório
 

Diretor/ Ator/ Roteirista/ Dublador/ Editor.

 

Tem em sua formação o Técnico de Ator na Escola Técnica de Teatro e Televisão “Incenna” em São Paulo e o curso de especialização em Dublagem para atores na “Du Brasil escola de dublagem”. Tem em seu currículo cursos livres e workshops de teatro, cinema, animação (stop motion), oficinas de mascaras (neutra e expressiva).
Em 2009 atuou na peça “Como nascem os Chefes” de Marcelo Soller, com direção de Aline Ferraz e a adaptação do conto “Um discurso sobre o método” de Sergio Santana, com direção de Edson Gon. Em 2010 atuou da peça “De Como a Loucura Seduziu Ninguém” – texto e direção Juliana Calligaris (Teatro de Máscaras) e “O Poderoso Berrão” – Adaptação do texto de Plínio Marcos (Homens de Papel) com direção de Elaine Grava. Em 2011, No Grupo Trilhas da Arte desenvolveu um trabalho como ator, no qual protagonizou o Espetáculo “O Pequeno Senhor do Tempo” (Teatro de Mascaras) de Raphael Júdice, com direção de Juliana Calligares. Já em 2012, fez o Gato em “O Gato de Botas no Sertão” (teatro de mascaras) de Sergio Manuel, com direção de Antonio Ginco.
No cinema, protagonizou o filme "Novembro Paralelo" de Ivan Ribeiro (com Silvety Montilla e Michele Summer) e "Papo de Amigo" com direção de Rodrigo Tavares. Roteirizou e dirigiu o longa-metragem "Quando os homens dormem..." em que também atuou.  Dirigiu e montou vídeo clipes para o concurso Oswaldo Montenegro e protagonizou o clipe da banda Turnê “No meu Lugar”. Participou também de vídeo clipes e curta metragens de faculdade; como o remake da série “Mandrake” e “Efeito Borboleta” e um vídeo clipe de Marisa Monte. Em 2012 protagonizou e editou o filme “Deus te Crie”, com direção de Rodrigo Tavares; e fez direção de Fotografia e editou o curta metragem “O Contrato”.
Na publicidade, participou dos comerciais “Itaú Móbile”, “Honda Biz 100” e “Folha” onde interpretou Ringo Starr e fez pequena participação na série “Amor em quatro Atos”, baseado na obra de Chico Buarque
Auxiliou, como ator, por diversas vezes aulas de cinema ministradas por Vébis Jr. nas escolas AIC e ETEC – Roberto Marinho.

Luana Stteger

 

Atriz/ Diretora de Arte/ Continuísta.



Tem sua Formação como Atriz na Escola Técnica de Teatro e Televisão Incenna e em Produção Áudio Visual, pela Unip.
Fez também cursos livres e workshops de teatro, cinema, animação (stop motion), oficinas de mascaras (neutra e expressiva) e trabalho de danças (ballet e jazz).
Em 2009 atuou na peça "Universo feminino" – criação coletiva, dirigido pela Gisele Ramos. Em 2010 atuou em "Linguagem das flores" de Lorca, direção e adaptação de Fernando Grecco. Ainda em 2010, atuou em "A Casa de Bernarda Alba" de Lorca, direção Edson Gon, em "O Poderoso Berrão" - adaptação de “Homens de Papel” de Plínio Marcos, dirição de Elaine Grava e no musical “Ragnarock – a Epopeia Humana" texto e direção de Fernando Grecco.
E em 2011 atuou em "O Automóvel do Inferno" – adaptação de “O Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente, dirigido por Marcelo Colavitto.
E em 2012 participou da montagem de “O Gato de Botas no Sertão” de Sérgio Manoel, Produção da antiga BlueOXFilmes e com direção de Antonio Ginco.
Na TV, Protagonizou a Simulação “VIDA APÓS A MORTE” no programa CONEXÃO REPÓRTER e a Personagem Maria Sangrenta no quadro "Novas Lendas Urbanas", para o Programa do Gugu.
Fez algumas participações nas novelas: Revelação (SBT), Negócio da china (Globo), Vende-se Um Véu de noiva (SBT), Caras e bocas (Globo), Passione (Globo), Corações Feridos (SBT) e Amor e Revolução (SBT). Participou do comercial “TERRA – Festival Planeta Terra 08” e de quadros do “TRIBUNAL NA TV”.
No cinema, atuou no filme “Rosa Morena” no ano de 2009 (filme finlandês veiculado somente na Finlândia). E em 2011 atuou como coadjuvante em “Quando os Homens Dormem...” dirigido por Bruno Sangregório.
Em 2012, entrou para a produtora Intra7 Filmes (BlueOXFilmes) onde atuou como Antagonista em “Deus te crie” e fez direção de Arte nos filmes: “Deus te Crie” e “O Contrato”. Participou de curtas para internet e vídeo clipes para o concurso Oswaldo Montenegro.
Auxiliou como atriz, aulas de cinema ministradas por Vébis Jr. nas escolas AIC e ETEC – Roberto Marinho. Protagonizou um vídeo clipe experimental de Marisa Monte, para TCC de faculdade.

Intra7 Filmes

Coletivo de Cinema Independente Profissional